Notícias

Domingo, 17 Dezembro 2017 12:49

Dia da imaculada Conceição

A luta contra o pecado é um dos grandes exemplos de Maria

 

FOTO: Raquel

mini IMG 6296

 

 

Na Solenidade da Imaculada Conceição deste ano, Padre Luiz Gustavo começou a homilia indagando a comunidade reunida na Paróquia Imaculado Coração de Maria: "Como é que você está na luta contra o pecado?” E ressaltou que ela, Santíssima que é, foi preservada de toda a mancha do pecado e ensina à Igreja ao não mais pecar. “Nas bodas de Caná, ela deu a resposta: ‘Faça aquilo que Ele vos disser’”, explicou o pároco, na missa celebrada no dia 8 de dezembro.

 

Em 1854, o papa Pio IX declarou que, "no primeiro instante de sua concepção virginal, Maria Santíssima foi preservada de toda a mancha de pecado”. E, quatro anos depois de a Igreja  declarar que a bem-aventurada e sempre Virgem Maria nasceu sem pecado original, ela apareceu em Lourdes, na França, para uma camponesa chamada Bernardette Soubirous, que pergunta quem era ela: “Eu sou a Imaculada Conceição”. O que, conforme o padre, é a confirmação da voz da Igreja.

 

“Maria não conheceu a tragédia do pecado. Ela não é uma mulher comum. Quando o anjo diz 'alegra-te o Cheia de Graça, ele já sabia que ela tinha sido preservada do pecado. Ela já era agraciada, sem o pecado original”, ensinou o pároco. "Deus precisava nascer de um corpo totalmente puro e sem mancha de pecado. Maria foi preserva para que Cristo pudesse nascer no ventre puríssimo”, lembrou.

 

A solenidade da Imaculada mostra aos fieis que é preciso estar sem pecado, diz Padre Luiz Gustavo. É preciso lutar contra a desgraça, que é o pecado, disse o pároco, que finalizou a homilia da missa de 8 de dezembro, com um grande ensinamento: "Quando a gente começar a fazer a vontade do Pai, que é a vontade do Filho e do Espírito, a gente para de pecar."

 
Colaboradora PASCOM: Millena

Comente

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.