Domingo, 30 Abril 2017 17:33

Devoção da Igreja em Maio

Cenaculo 640x640

 

Pergunte a um matemático qual a chance de se lançar redes e pescar, em um rio, uma pequena imagem de Nossa Senhora sem cabeça e depois pescar a cabeça dessa mesma estátua. Creio que as possibilidades são insignificantes, mas foi o que aconteceu 300 anos atrás no rio Paraíba, no interior de São Paulo.

Trata-se de uma singela imagem de terracota (argila moldada e cozida), medindo 40 cm de altura e sem a pintura original em função da permanência no fundo do rio.

 

Encontrá-la em duas partes separadas certamente já é um milagre! Mas Nossa Mãe é muito bondosa e generosa, multiplicando infinitamente as graças distribuídas aos piedosos devotos que buscam seu socorro.

 

 

E se te dissessem que um afresco da Virgem foi visto sobrevoando sua cidade? Esse é um trecho da história da Mãe do Bom Conselho que também pode ser lida a seguir.

 

Enfim, 2017 marca os 300 anos da pesca em Aparecida e os 100 anos das visões em Fátima, Portugal. Ainda há muito para aprendermos de Maria, inclusive o louvor e o silêncio. Busquemos conhece-la mais para amá-la de todo coração.

 

Viva o Imaculado Coração de Maria!

 

Colaborador PASCOM: Seiti

 

https://www.arautos.org/secoes/artigos/especiais/a-maravilhosa-historia-da-mae-do-bom-conselho-2-144122?cat=esp

http://formacao.cancaonova.com/nossa-senhora/dogma/

http://blog.cancaonova.com/tododemaria/tratado/

http://www.perfeitadevocao.org/download/TratadoDaVerdadeiraDevocao.pdf

http://www.a12.com/formacao/maria

 

Publicado em Artigos

Sexta, 17 Março 2017 13:14

Devoção da Igreja em Março

SãoJosé 640x640

Desde o século IV, segundo a tradição da Igreja, se celebra a festa de São José. Atualmente duas datas no ano fazem memória do pai adotivo de Jesus: 19 de março – José Esposo de Maria, e 1º de maio, São José Operário (1).

No dia 19 de março, a Igreja está em plena quaresma, período de recolhimento e penitência. Uma exceção é justamente a festa de São José em que se usam paramentos de cor branca, próprios de festas, memórias e solenidades.

Durante o mês de março também se reforçam as orações pela intercessão de São José por meio do piedoso Terço de São José (2), e de sua novena (3).

Entre as incontáveis graças de São José, nos Estados Unidos foi atribuído a ele uma curiosa solução arquitetônica. Leia o artigo a seguir e descubra um pouco mais sobre essa curiosidade do patriarca da Sagrada Família (4). para quem busca algo mais substancial, procure pelo livro “O Glorioso São José”, do professor Felipe Aquino.

Colaborador PASCOM: Seiti

 

  1. http://cleofas.com.br/o-culto-a-sao-jose/

  2. http://clube.cancaonova.com/outras-materias/terco-de-sao-jose/

  3. http://cleofas.com.br/novena-a-sao-jose/

  4. http://www.arautos.org/secoes/artigos/especiais/a-escada-milagrosa-de-santa-fe-eua-140449

Publicado em Artigos

Sexta, 17 Março 2017 12:56

Devoção da Igreja em Abril

 

Sacrário 640x640

 

 

 

 

Devo dizer que, para mim, o Sacrário foi sempre Betânia, o lugar tranquilo e aprazível onde está Cristo, onde lhe podemos contar as nossas preocupações, nossos sofrimentos, nossos anseios e nossas alegrias, com a mesma simplicidade e naturalidade com que lhe falavam aqueles seus amigos Marta, Maria e Lázaro.

São Josemaria Escrivá

 

 

 


Inicio nossa reflexão com essas palavras de São Josemaria Escrivá, tão significativas e tão profundas quando fala da presença real de Jesus no Santíssimo Sacramento.

São João Paulo II escreveu magnificamente a carta encíclica “Ecclesia de Eucharistia” (em português: Igreja da Eucaristia), e afirmou claramente qual o papel da Eucaristia na Igreja de Cristo ao manifestar que “a Igreja vive da Eucaristia” (1). Ele prossegue demonstrando como a Igreja é dependente da Eucaristia, como se une em torno a Ela e como devemos busca-la para conhecer, amar, imitar e nela viver antecipadamente a Jerusalém celeste.

A própria festa do corpo e sangue de Cristo (Corpus Christi), é um exemplo do quanto devemos adorar nosso Deus que humildemente se manifesta nas espécies sagradas. Esta festa foi instituída no século XIV pelo Papa Clemente V, que confirmou a bula do Papa Urbano IV, e tornou a festa um dever canônico mundial (2,3).

Também para despertar na Igreja “novo impulso e fervor eucarístico”, o Papa Emérito Bento XVI redigiu a exortação apostólica “Sacramentum Caritatis” (em português: Sacramento da Caridade). O documento figura quase como um resumo doutrinal da Igreja a respeito do sacramento da comunhão e deveria ser conhecido de todos nós, católicos, especialmente os que participam da missa (6).

Mas quais as condições para recebermos a Eucaristia? São Tomás de Aquino, em sua Suma Teológica, nos escreve: “Não é qualquer remédio que convém a qualquer doente. Assim, o remédio para fortificar os que já não têm febre, faria mal dos febricitantes. Assim também o batismo e a penitência são remédios purificativos, para tirar a febre do pecado. Ao passo que este sacramento [a Eucaristia] é um remédio fortificante, que não deve ser dado senão aos que se livraram do pecado" (4). Portanto, conforme nos advertia São Paulo na carta aos Coríntios, “quem comer o pão ou beber do cálice do Senhor indignamente será réu do corpo e do sangue do Senhor" (I Cor 11,27), devemos buscar constantemente a confissão sacramental com um sacerdote para participarmos integralmente da missa (5).

Há um sem número de santos, papas, clérigos e leigos que já se manifestaram de forma brilhante a respeito de Cristo Eucarístico. Jamais eu poderia escrever uma pequena parte de toda maravilha que eles escreveram, mas concluo unicamente dizendo que a Eucaristia é verdadeiramente Jesus Cristo, que por sua vez é verdadeiramente Deus. Sendo assim, devemos manifestar nossa absoluta adoração à Ele e buscar aproximar-nos apenas quando adequadamente em estado de graça, para que através de nós Deus possa continuar sua ação missionária. Deixo ainda uma santa provocação: qual foi o dia da sua 1ª Eucaristia?

Colaborador PASCOM: Seiti

 

  1. http://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/encyclicals/documents/hf_jp-ii_enc_20030417_eccl-de-euch.html

  2. http://cleofas.com.br/qual-a-origem-da-festa-de-corpus-christi/

  3. http://cleofas.com.br/historia-da-festa-de-corpus-christi/

  4. http://permanencia.org.br/drupal/node/2520 (Suma Teológica)

  5. https://padrepauloricardo.org/blog/a-eucaristia-e-remedio-para-quem-esta-em-pecado-mortal

  6. http://w2.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/apost_exhortations/documents/hf_ben-xvi_exh_20070222_sacramentum-caritatis.html

  7. http://opusdei.org.br/pt-br/article/a-instituicao-da-eucaristia/

Publicado em Artigos

 topo1 4

 

Fizemos uma pesquisa sobre o significado dos vitrais que se localizam acima do presbitério da igreja Imaculado Coração de Maria e descobrimos que eles se referem ao 7 dons do Espírito Santo: 

Como primeiro fruto da Ressurreição, Deus envia o Espírito Santo, que garante a continuidade da ação de Cristo no decorrer do tempo. Ele atua através dos discípulos que se disponibilizam e os fornece dos dons necessários:

 

 1) 1  Sabedoria: representada pelo coração, pois é preciso conhecer as coisas conforme o coração de Deus;
 2)  2 Inteligência: representada pela estrela, pois o discípulo tem que ter luz para enxergar e reconhecer os sinais do tempo;
3)   3 Conselho: representada pela Bíblia, que é referência indispensável para ter o critério de Deus, com o qual reconhecer o bem e o mal;
 4)  4 Piedade: representada pela vela, que simboliza a fé;
 5)  5 Fortaleza: escudo da fé, com o qual se defender das ciladas do mal.
 6)  6 Ciência: representada pela balança, com a qual pesar as coisas e saber dar valor verdadeiro a cada uma;
 7)  7 Temor de Deus: representada pelo olho de Deus, pois o discípulo que ama Deus é ciente que nada fica escondido a Ele. O temor é o receio de ser causa de sofrimento para aquele que nos ama mais.

 

           Com a colaboração de Lucia Cleide Gonçalves Garcia

Publicado em Notícias

Ele reconhece que há perguntas que os jovens jamais fariam em público e por isso aderiu ao aplicativo

 

Diante da proposta do Papa Francisco de utilizar os meios de comunicação, especialmente a internet, como instrumentos de união entre as pessoas, a Igreja Católica do México vem dado passos importantes neste sentido, que tem como objetivo fortalecer a cultura do encontro e a solidariedade através dos meios digitais.

É por isso que o bispo mexicano Dom Alonso Garza Treviño criou o "Bate-papo com o bispo", para que os jovens tenham a oportunidade de conversar com ele e resolver todas as suas dúvidas utilizando o aplicativo WhatsApp.

Dom Alonso explicou que a ideia surgiu da necessidade dos jovens de contar com um espaço para falar sobre temas que geralmente não se atrevem a expor em público. A Pastoral da Juventude criou um espaço com smartphones para que todos possam escrever sem inibição suas dúvidas e comentários por meio do whatsapp.

Fizeram uma primeira experiência com 130 jovens, divididos em mesas de 10 pessoas, que se conectaram com o bispo usando o aplicativo. Após uma breve conversa, começaram a apresentar suas inquietudes, que depois foram classificadas por temas e ordenadas de acordo com a similitude das abordagens, para poder responder a todos sem necessidade de fazê-lo uma a uma.

As participações foram divididas em 3 campos: o primeiro foi totalmente pessoal, e nele fizeram perguntas relacionadas ao namoro, amizade, sexualidade, estudos e política, entre outros temas.

O segundo campo tratou da sua situação familiar, e nele expuseram todas as suas dúvidas sobre conflitos entre pais e irmãos.

E o terceiro campo era sobre suas inquietudes em matéria de pastoral dos grupos; nele, abordaram sua formação religiosa, o seguimento de Cristo, dúvidas sobre o Evangelho, o tipo de assessoria que recebem, o acompanhamento dos padres, o que eles esperam da Igreja e o que a Igreja espera deles.

O bispo explicou que, se não tivesse utilizado este mecanismo de trabalho, a maioria dos jovens não teria se atrevido a expor suas inquietudes, intimidados pela presença dos outros. No entanto, com esta experiência, nem um só jovem deixou de participar, e no final havia mais de 400 perguntas.

A experiência foi intensa e interessante, e agora estudam a possibilidade de abri-la a jovens de outras comunidades e a maneira de prestar este serviço a distância, sem necessidade de reunir todos em um lugar específico. "Basta combinar um horário determinado e nos conectarmos todos via whatsapp", disse o bispo.

Dom Alonso disse que as redes sociais são uma maneira muito útil para a Igreja, porque permitem compartilhar e discutir o Evangelho, tratando dos problemas que realmente interessam aos jovens.

"Estou convencido de que o uso das redes sociais não é só conveniente, mas necessário, porque hoje em dia, para muitos jovens, o que não está nas redes sociais simplesmente não existe, e não pode ser que Jesus não exista para eles. Então, Jesus precisa estar nas redes sociais."

Finalmente, o prelado também comentou que vários dos jovens que receberam a Crisma mantiveram contato com ele por meio doFacebook, utilizando-o como ferramenta de comunicação para compartilhar suas experiências e expor suas dúvidas.

sources: DESDE LA FE
Publicado em Artigos

Página 2 de 2